top of page
Mockup_base.png

Olho-coisa coisa-movimento

Prosa

Capa Dura:

Brochura:

Digital:

“OLHO-COISA COISA-MOVIMENTO ou todas as vezes que meu coração saiu pela sua boca” de Leonardo Triandopolis Vieira, é uma novela ou, como o próprio autor define, uma noveleta de arruaça. É um livro-homenagem-pastiche aos "trigênios" Augusto de Campos, Haroldo de Campos e Décio Pignatari.

 

Uma noveleta para ler de uma vez numa única ida ao banheiro e passar a vida inteira refletindo sobre.

 

No cerne da trama está Juliana, uma mulher brasileira de baixa renda, representando a essência do país de maneira única. Contudo, a autenticidade de Juliana transcende as barreiras regionais, desafiando a própria noção de lugar. Aqui, o olho é coisa, a coisa é movimento, e a narrativa se desenrola em um caleidoscópio de experiências que desafiam, muitas vezes, a lógica de uma leitura convencional.

 

Uma prosa ligeira, mas, só de arruaça, o autor fez questão de passar por James Joyce, Nietzsche, Camões, Orides Fontela, pontos de umbanda e outras coisas-movimento. A coisa é rápida e quem pegar, pegou.

 

Um convite para uma jornada de retaguarda em busca de uma vanguarda literária, através de universos contrastivos, desafiando quem se aventura por suas páginas a uma experiência singular.

Edição: 1

Ano: 2024

Editora: Não Sou Uma Editora

ISBN (Capa Dura): 9786500907957

ISBN (Brochura): 9786500908152

ISBN (Digital): 9786500968675

bottom of page