SUBCUTÂNEO

Atualizações & textos inéditos

Poema confinado #01

Atualizado: Jun 5



Hoje começo uma série de poemas onde pretendo codificar em versos os afetos marginais de se viver em um país como o Brasil de 2020.


#01


tempestade em quarentena

flores enclausuradas em prol do jardim

um jardim sem jardineiro

o jardineiro foi substituído

por uma praga

e as flores enclausuradas perdem seus espinhos

um coração do solo destituído

a pétala pela farda

a terra afaga, mas não é carinho

quarentena com tempestade

dores censuradas no rol de um fim

um fim sem paradeiro

dois mil e dezenove e seu

maldito janeiro

59 visualizações
  • skoob-icon-300x300
  • YouTube
  • Instagram

© 2020 por Leonardo T. Vieira.