Um pouco sobre a reescrita de Café pro Santo

Café pro Santo foi a primeira prosa que publiquei. É uma novela que pode ser reconhecida dentro do gênero literatura fantástica. Uma história, narrada em primeira pessoa, sobre um garoto que tem seu nome roubado por um anjo e se vê jogado dentro de um mundo mágico inspirado no folclore brasileiro.

Quando eu tive a ideia de escrever o livro, pensei em criar uma alegoria sobre a terrível experiência da colonização do Brasil. O protagonista representaria os povos indígenas e o anjo, que rouba seu nome, representaria o estrangeiro – o colonizador que dizima os povos indígenas e tenta a todo custo, até os dias de hoje, apagar sua identidade.

Relendo o livro, posso dizer que, até certo ponto, consegui realizar a minha ideia, mas as minhas limitações, na época em que escrevi, fizeram com que a história ficasse repleta de vícios e estrangeirismos.

Para mim, um bom livro é aquele que sempre que eu releio funciona como seu eu estivesse lendo pela primeira vez – um livro que não envelhece. E, quando releio Café pro Santo, sinto um incômodo. A escrita envelheceu, pois ainda tem traços de machismo (mesmo que fosse inconsciente na época) e outros vícios como algumas construções textuais e narrativas muito imaturas , muitas vezes repetitivas ou desnecessárias – por exemplo.

Como alguns elementos de Café pro Santo se manifestam em determinados momentos em outros trabalhos, como Outros eram apenas ossos e Trinta e três, resolvi reescrever o livro e nivelar ele com os outros trabalhos.

Também é uma reeducação da minha prosa. Um texto, espero, mais trabalhado, consciente e preocupado com o outro, não só na intenção, mas também na forma como a escrita se estrutura e se apresenta.


Atualmente já reescrevi um terço da história. Conforme avanço no projeto de reescrita, tentarei trazer aqui mais detalhes e comparações entre a primeira versão e a reescrita.


#reescrita #caféprosanto #escrita

0 visualização
  • skoob-icon-300x300
  • YouTube
  • Instagram

© 2020 por Leonardo T. Vieira.